Centro Paula Souza
Governo de São Paulo
  • |
  • |
  • |

Pesquisar

 
 

Formação Tecnológica




Mestrado em Tecnologia: Gestão, Desenvolvimento e Formação
Autor: Carlos Eduardo Pires
Orientador(a): Profº. Drº. Alfredo Colenci Júnior
Banca: Profª. Drª. Senira Anie Ferraz Fernandez; Profº. Drº. Fernando Leme do Prado
Título: Modelo de Medição do Impacto Econômico-Financeiro de uma Faculdade de Tecnologia para o Município em que se Insere

Resumo

As instituições de ensino superior tecnológico desempenham papel de destaque na formação e qualificação profissional, além de sua comprovada capacidade para acompanhar as demandas do mercado. São elementos importantes no desenvolvimento e na transformação das estruturas produtivas das regiões onde se inserem.

Responsáveis por impactos tangíveis e intangíveis sofrem pressões no sentido de atender à demanda com esmerado desempenho. Não são poucas as formas de conhecer esse desempenho, e uma delas é a investigação do impacto de sua presença institucional. Este trabalho teve por objetivo indicar um modelo para medir os impactos econômicos de uma instituição pública de ensino superior tecnológico, nos moldes da Faculdade de Tecnologia – FATEC, vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza – CEETEPS, para a comunidade local.

Partindo da constatação de que o uso de técnicas específicas de medição de impacto econômico da Instituição, bem como o manuseio do conhecimento dela advindo, ainda não são práticas usuais nas FATECs, a questão básica que guiou este estudo foi: qual dos modelos existentes e já aplicados por outras instituições de ensino ofereceria características mais apropriadas para medir o impacto econômico de uma Fatec? Para responder a pergunta, realizou-se uma pesquisa bibliográfica a fim de se levantarem modelos de medição do impacto econômico e de exemplos de suas aplicações.

Os principais referenciais teóricos para este estudo foram: as visões de medição de impactos à montante e à jusante (SINK, 1993), para trás e para frente (ROLIM, 2005) e dinâmica e estática (MARTIN, 1996); os métodos de insumo-produto utilizados por Rolim (2004), Triches (2004), Allen (2002) e McNicoll (2002); e o método de comparação relativizada, utilizado em Bovo (1999, 2003 e 2008). Como resultado, entendeu-se que o modelo em uso na UNESP, (BOVO, 1999), é o mais adequado para uma implantação inicial na Fatec, sendo sugeridos indicadores específicos para avaliação de seus impactos.


Palavras-chave

Impacto econômico. Modelo de medição. Desempenho institucional. Educação Tecnológica.


Download da dissertação completa

  • Twitter
  • Facebook
  • Tumblr
  • YouTube
  • Picasa
  • Snapchat
  • Instagram
  • Linkedin
  • Linkedin
  • Compartilhar
 

Notícias


Mais notícias


 
 

Mapa do Site Mapa do Site

© Copyright 2016 - Centro Paula Souza - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por AssCom