Centro Paula Souza
Governo de São Paulo
  • |
  • |
  • |

Pesquisar

 
 

Formação Tecnológica



Mestrado em Tecnologia: Gestão, Desenvolvimento e Formação
Autor: Vilma Fernandes Capela Cordas
Orientador(a): Profª. Drª. Helena Gemignani Peterossi
Banca: Profº. Drº. Alfredo Colenci Jr.; Profª. Drª. Edileine Vieira Machado
Título: Maturidade Vocacional e Formação Tecnológica: O Futuro Tecnólogo e suas Escolhas

Resumo

Com base nos estudos psicológicos sobre a vocação, a pesquisa tem por objetivo refletir sobre o nível de encaminhamento vocacional de alunos do ensino superior tecnológico, mediante a avaliação dos motivos de escolha de curso e das satisfações esperadas da profissão. O problema da pesquisa pode-se sintetizar na pergunta: em que medida os alunos do ensino superior tecnológico optaram por seu curso baseados no autoconceito (suas necessidades, interesses e valores) e no conhecimento das características da profissão escolhida?

A hipótese que norteia o trabalho é de que, sendo o conceito de si mesmo e uma personalidade forte e estável fatores que influenciam positivamente a escolha vocacional, também para o aluno da faculdade de tecnologia é importante que a opção que fez ao ingressar no curso esteja bem assentada no autoconceito pessoal e profissional e no conhecimento do perfil essencial da profissão escolhida; do contrário, o posicionamento diante da profissão, fragilizado, pode-se revelar inadequado para o prosseguimento da carreira, quando não já para a própria conclusão do curso.

A pesquisa conta com dados de 329 estudantes de instituições de ensino superior públicas e privadas da Grande São Paulo. A metodologia utilizada é a da pesquisa qualitativa; a coleta de dados foi feita mediante questionários de perguntas abertas.

As principais referências teóricas são a teoria de carreiras profissionais de Donald E. Super (SUPER & BOHN JUNIOR, 1980), a tipologia de personalidades vocacionais de John L. Holland (1975), a teoria do desenvolvimento psicossocial de Erik Erikson (1976a, 1976b) e as observações sobre o trabalho contidas na logoterapia de Viktor Frankl (1989a, 1989b, 1989c, 1991). As profissões tecnológicas, cada vez mais demandadas pelos atuais sistemas produtivos e de serviços, prestam-se hoje a oferecer os mesmos tipos de ilusão que, em outras épocas, couberam a diferentes profissões em voga ante necessidades econômicas do momento. Daí a relevância de estudos de maturidade vocacional especificamente voltados para esse âmbito.


Palavras-chave

Maturidade vocacional; Formação tecnológica; Profissão; Carreira.


Download da dissertação completa

  • Twitter
  • Facebook
  • Tumblr
  • YouTube
  • Picasa
  • Snapchat
  • Instagram
  • Linkedin
  • Linkedin
  • Compartilhar
 

Notícias


Mais notícias


 
 

Mapa do Site Mapa do Site

© Copyright 2016 - Centro Paula Souza - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por AssCom