Centro Paula Souza
Governo de São Paulo
  • |
  • |
  • |

Pesquisar

 

Tecnologias Ambientais



Mestrado em Tecnologia: Gestão, Desenvolvimento e Formação
Autor: Júlio César Swartelé Rodrigues
Orientador(a): Profº. Drº. Dirceu D´Alkmin Telles
Banca: Profº. Drº. Nelson Luiz Rodrigues Nucci; Profª. Drª. Elisabeth Pelosi Teixeira;
Título: O Monitoramento do Emissário Submarino como Ferramenta na Evolução do Padrão da Qualidade das Águas na Baía de Santos

Resumo

A zona costeira brasileira, onde vivem cerca de 50 milhões de habitantes, é diretamente impactada pela ação antrópica, sofrendo com problemas ambientais crônicos e persistentes que comprometem os usos múltiplos da água. Os debates sobre a proteção ao padrão de qualidade das águas costeiras abordam, sobretudo, os estudos relacionados ao esgotamento sanitário e ao manejo das águas pluviais, uma vez que os dejetos quase sempre são lançados diretamente ou indiretamente em córregos, rios e no mar, tornando o escopo de atividades extenso e complexo.

Os emissários submarinos, são comumente utilizados para afastamento dos esgotos e das águas de drenagem urbana, sejam tratados ou não. A credibilidade na escolha deste sistema se justifica na forma segura e econômica que o emissário se apresenta, utilizando as vantagens quanto à diluição, dispersão e assimilação que o oceano oferece. O objetivo deste trabalho foi elaborar um diagnóstico sobre disposição oceânica de esgotos utilizando o sistema unitário/parcial, sendo o estudo de caso, o emissário submarino de Santos e São Vicente.

O estudo contempla: um breve histórico dos projetos de esgotamento sanitário utilizados em santos, campanhas de monitoramento já realizadas na área de influência do emissário e em atividades correlacionadas com região. A metodologia utilizada para avaliação do impacto foi à coleta de dados de campanhas anteriores, além de monitoramentos recentes realizados pela companhia ambiental do estado de São Paulo – CETESB..

Na conclusão é possível verificar que a melhora na qualidade das águas na baía de Santos não está relacionado unicamente ao tratamento dos esgotos, mas na gestão das águas do estuário e, sobretudo dos canais. Como sugestão é proposto um estudo integrado com a participação de outros agentes no monitoramento. Para garantia de um controle em conformidade com as características da região são propostas: a delimitação da zona de mistura com novos pontos de amostragem no limite desta, a opção na escolha de indicadores microbiológicos e a observância de estudos e atividades integradas com o sistema.


Palavras-chave

Emissário Submarino; Tratamento de Esgotos; Sistema de Esgotamento Sanitário.


Download da dissertação completa

  • Twitter
  • Facebook
  • Tumblr
  • YouTube
  • Picasa
  • Snapchat
  • Instagram
  • Linkedin
  • Linkedin
  • Compartilhar
 

Notícias


Mais notícias


 
 

Mapa do Site Mapa do Site

© Copyright 2016 - Centro Paula Souza - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por AssCom